cólica do bebé

Cólica do Bebé

A cólica do bebé, afecta de 15% a 30% dos lactentes nos primeiros 3 meses de vida¹.

Estas cólicas são passageiras. Começam normalmente entre a 2ª e a 3ª semanas de vida e desaparecem entre os 3 e os 6 meses. Aparecem tanto em bebés que tomam leite materno como leite artificial.

A cólica de bebé, é uma consequência da normal adaptação do organismo do recém-nascido aos alimentos que ingere. Os sintomas mais frequentes são choro incontrolável, convulsivo, mais frequente nas horas do final da tarde.

consejos

  • Se dá de mamar, experimente não comer comidas picantes, couve, brócolos, couve de Bruxelas, legumes e, em geral alimentos que produzam gases.
  • Nas tomas, é importante que se esvazie completamente um dos peitos e só depois se passe para o outro. Deste modo, o bebé tira proveito do leite final que é mais rico em gordura e previne as cólicas.
  • Se dá biberão, procure que o bebé não absorva ar através da tetina. Experimente um biberão anti-refluxo e não mude de leite sem se aconselhar com o pediatra.
  • De qualquer modo, procure que o bebé expulse bem os gases depois de cada toma. Massaje suavemente o ventre do bebé no sentido dos ponteiros do relógio e levante-lhe as pernas. Desta maneira ajuda-o a expulsar os gases e a acalmar a dor.
  • Coloque-lhe sobre a barriga uma toalha morna ou um saco com água morna, alguma coisa que lhe dê calor, o que é muito bom para acalmar a dor.
  • A posição vertical alivia os bebés e, além disso o contacto tranquiliza-os. Há estudos que sugerem que nos países em que as crianças são levadas nas costas da mãe não se referencia a presença de cólicas.
  • Outra posição favorável é colocá-los deitados de barriga para baixo sobre o braço. Essa ligeira pressão acalma a dor e ajuda a expulsão dos gases.

 Colimil_Baby_novo1Saiba mais

¹Marissa Oppel, MS. American Botanical Council. 2006